A INFLUÊNCIA DA CORRUPÇÃO NO DESINTERESSE DA EFETIVAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS BASEADAS NA EDUCAÇÃO

Betina Galves Rui, Fabiana Rikils

Resumo


Justificada através de preceitos constitucionais fundamentais e nos direitos humanos, a educação é uma garantia inerente ao ser humano, simplesmente pelo fato deste ser considerado pessoa e por garantir o desenvolvimento intelectual e físico de cada ser humano. Logo, ela é uma garantia a ser desenvolvida pelo Estado e para a sociedade através de políticas públicas. Ocorre que, quando o Estado não acarreta a devida importância a esse instituto praticando atos corruptivos, as políticas públicas educacionais acabam por ser abandonadas. Por esse motivo impõem-se o seguinte problema: como a corrupção pode diminuir a efetivação de políticas públicas educacionais? Para resolução do problema, a pesquisa, num primeiro momento, é utilizada com o objetivo de conceituar a corrupção propriamente dita e também como uma patologia para, num segundo momento, poder ser feita uma relação com o âmbito educacional e promover o entendimento de como a corrupção pode diminuir a efetivação da educação através de políticas públicas. Como meio de desenvolvimento da pesquisa utilizou-se o método de abordagem dedutivo, o método de procedimento sistemático e a técnica de pesquisa realizada em artigos, livros e legislação, sendo possível concluir a existência de concordância parcial entre os planos. Este artigo científico demonstrou que o grande número de práticas corruptivas influencia na menor efetividade e preocupação do ente público com políticas públicas educacionais, mantendo essa área sem desenvolvimento e gerando consequências futuras de prejuízo social, cultural, político e econômico que podem refletir contra o próprio Estado.
Palavras-chave: Corrupção. Educação. Políticas Públicas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.