FUNÇÃO EXPONENCIAL, DETERMINANTES E SISTEMA LINEAR: UMA EXPERIÊNCIA DE ENSINO NO PRIMEIRO E SEGUNDO ANO DO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE SC

Franciele Vargas Máximo Gomes, Edson Uggioni

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido nas disciplinas de Estágio Supervisionado do Ensino Médio I e II, no Curso de Licenciatura em Matemática da UNESC, no decorrer do ano de 2018, em dois momentos. Constitui-se em relato de experiência com abordagem qualitativa de análise dos dados. No primeiro momento, deu-se o aprendizado do cotidiano da profissão docente, com dinâmicas em sala, planejamento de aula e questionamentos sobre avaliação processual, a qual, segundo Rabelo (2004), apud Rausch, Silva e Theiss (2012, p.2), “[...] só é possível ser alcançada com o intuito de um processo de ensino e de aprendizagem, definido em um projeto pedagógico”. No segundo momento, ocorreu a elaboração e o desenvolvimento do plano de ensino em duas turmas – primeiro e segundo ano do ensino médio – de uma escola da rede estadual de ensino do município de Criciúma - SC. Definiu-se como objetivo geral dos temas matemáticos desenvolvidos no primeiro ano: compreender o conceito de função exponencial, que segundo Dante (2010) “denomina-se função exponencial de base a uma função de reais em reais positivos diferentes de zero definida por f(x)=axou y=ax”.O estudo e as atividades desenvolvidas, durante a atuação, foram organizados a partir da leitura de livros didáticos do ensino médio a fim de organizar o andamento das aulas. O estágio na respectiva escola teve a duração de 44 h/a, sendo que 15 h/a foram destinadas a observação e 29 h/a de atuação, realizadas no período noturno. Iniciou-se com uma revisão de potenciação e posteriormente, de função exponencial com a identificação por meio das condições de existência, gráficos, domínio, imagem e função crescente e decrescente. E, no segundo ano, definiu-se como objetivo: entender o conceito de determinante que para Dante (2013) “[...] é um número real associado às matrizes quadradas”. Na metodologia adotada partiu-se do conhecimento dos alunos sobre matrizes chegando a determinante de terceira ordem pela regra de Sarrus. Nesta turma, a aula se estendeu um pouco mais, sendo introduzido o conceito de sistemas lineares de ordem 2, pelos métodos de adição e substituição. Os dados para análise foram obtidos a partir das atividades em sala – quiz, avaliação e relatos orais dos alunos – das duas turmas em que foi realizado o estágio supervisionado. Desse modo, os resultados das duas experiências de ensino, apresentados concomitantemente, objetivaram identificar as aprendizagens e as dificuldades – que podem estar relacionadas com a quantidade excessiva de faltas dos alunos nas aulas - expressas nos questionamentos e esclarecimentos durante todo o processo da ação pedagógica.


Palavras-chave: Avaliação processual, Função Exponencial, Determinante, Sistemas Lineares, Ação Pedagógica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Conselho Editorial


Ademir Damazio

Edison Ugioni

Elisa Netto Zanette

Kristian Madeira

Ledina Lentz Pereira

 

Comissão de Avaliação

Ademir Damazio

Edison Ugioni

Elisa Netto Zanette

Eloir Fátima Mondardo Cardoso

Kristian Madeira

Ledina Lentz Pereira

Viviane Raupp Nunes de Araújo