FISIOPATOLOGIA DA DOENÇA PERIODONTAL

Rafaela Antonini, Kizzy Cancellier, Gabriela Kozuchovski Ferreira, Giselli Scaini, Emilio Luiz Streck

Resumo


A doença periodontal é considerada a mais comum doença dentária localizada e inflamatória causada por infecção bacteriana podendo estar associada à placa dental. A gengivite é a fase inicial da doença, podendo ou não progredir para periodontite, sendo uma inflamação resultante da presença de bactérias localizadas na margem gengival. As características clínicas da gengivite incluem presença de placa bacteriana, eritema, edema, sangramento, sensibilidade, aumento do exsudato gengival, ausência de perda de inserção, ausência de perda óssea, mudanças histológicas e reversibilidade após a remoção da placa bacteriana. Já a periodontite, uma lesão inflamatória de caráter infeccioso, apresenta as mesmas características clínicas da gengivite, acrescendo perda de inserção conjuntiva, presença de bolsa periodontal e perda óssea alveolar. A periodontite é classicamente dividida em periodontite agressiva e periodontite crônica. Bolsas periodontais profundas presentes nos tipos de periodontite alocam um número expressivo de microrganismos, a maioria Gram-negativos anaeróbios. As primeiras reações do periodonto, frente à presença da placa bacteriana, são respostas inflamatórias e imunológicas com o intuito de proteger a invasão microbiana nos tecidos gengivais. Apesar do fato de que a presença de bactérias e os seus produtos serem fatores importantes para estimular a doença, a sensibilidade da doença e da sua taxa de progressão são também reguladas pela suscetibilidade do hospedeiro. Estas podem ser afetadas por uma série de fatores de risco ambientais e adquiridas, como hereditariedade, tabagismo, variação hormonal (durante a gravidez, menopausa), doenças sistêmicas (de Marfan e de Ehlers-Danlos, diabetes, osteoporose, HIV, neutropenias, doenças cardiovasculares), estresse, deficiências nutricionais, medicamentos (bloqueadores dos canais de cálcio, agentes imunomoduladores, anticonvulsivantes) e higiene bucal deficiente. O objetivo do trabalho é fazer uma revisão da literatura sobre a fisiopatologia da doença periodontal, analisando, com base em artigos científicos, todo o processo da doença, para que auxilie os profissionais no diagnóstico e tratamento da doença.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

 

 

ISSN 2317-2460


Qualis: 

Educação Física, Enfermagem e Interdisciplinar - B4

Saúde Coletiva - B5

Ciências Biológicas I e Medicina - C

 





Indexação

      

Suporte e Apoio: