VELHICE E BOA VELHICE: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS

Amanda Castro, Annie Mehes Maldonado Brito, Brigido Vizeu Camargo

Resumo


Ao se considerar o cuidado do idoso, é possível conceber que nessa dada situação a rede social, a partir de seus membros significativos, será fator preponderante no cuidado, constituindo seu espaço de vida. As valências serão determinadas pela natureza das relações estabelecidas, podendo ser tanto positivas quanto negativas, o que por sua vez, irá influenciar a maneira como o idoso interpreta o ambiente que o rodeia, bem como a sua velhice. Assim, possivelmente o que o idoso pensa sobre o que é a velhice e o que significa viver bem a velhice, tem por influência as representações e práticas sociais que englobam as relações estabelecidas em seu contexto de convívio (CONTARELLO; MARINI; NENCINI; RICCI, 2011). Desse modo, a presente pesquisa teve por objetivo principal verificar as representações sociais acerca da velhice e da boa velhice para idosos e para pessoas de sua rede social.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Inova Saúde

Qualis:

B4: Educação Física, Enfermagem e Interdisciplinar.  

B5: Saúde Coletiva

C: Ciências Biológicas I e Medicina I 


ISSN 2317-2460

 

Indexação

      

Suporte e Apoio: