AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SONO EM IDOSOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA EM CRICIÚMA/SC

Flávia Agostinho Correa Heleodoro, Laraisa Velho da Silva, Cristiane Damiani Tomasi, Jacks Soratto, Luciane Bisognin Ceretta, Robson Pacheco

Resumo


O envelhecimento faz parte do processo natural dos seres humanos e da vida, e se caracteriza pela perda da capacidade de adaptação e menor expectativa de vida (Jellinger e Attems, 2013).  Com o passar dos anos, a população mundial está vivendo por mais tempo, o que nos remete a um crescente aumento no número de idosos convivendo em sociedade, como também da quantidade de idosos que está sendo institucionalizado. Diversos fatores podem levar o idoso a passar pelo processo de institucionalização, desde cuidados com a saúde até mesmo alguma dificuldade familiar. (CAMARGOS; ET AL, 2015, SALCHER; PORTELLA; SCORTEGAGNA, 2015) Diante disto, é imprescindível um cuidado especial em relação à saúde do idoso. Para Ceolim et al.(2010), é de grande importância levar-se em consideração a qualidade do sono nos idosos, pois sua dificuldade ou má qualidade pode levar o idoso a um déficit de atenção, redução da velocidade de resposta, prejuízos da memória, concentração e desempenho durante o dia. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a Qualidade do Sono em idosos institucionalizados em uma Instituição de Longa Permanência (ILP) de Criciúma/SC.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Inova Saúde

Qualis:

B4: Educação Física, Enfermagem e Interdisciplinar.  

B5: Saúde Coletiva

C: Ciências Biológicas I e Medicina I 


ISSN 2317-2460

 

Indexação

      

Suporte e Apoio: