A INCIDENCIA DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES JUNTO AO FUNCIONALISMO PÚBLICO NO SETOR DA SECRETARIA DE SAÚDE NA CIDADE DE LAURO MULLER- SC.

Tiago Blasius de Almeida, Ralph Fernando da Rosas

Resumo


Trabalhadores da saúde são todos aqueles que se inserem direta ou indiretamente na prestação de serviços de saúde, no interior dos estabelecimentos de saúde ou em atividades de saúde, podendo deter ou não formação específica para o desempenho de funções atinentes à área. Os distúrbios musculoesqueléticos são responsáveis por elevados índices de absenteísmo e incapacidade temporária ou permanente, com reflexos negativos também para a qualidade dos serviços de saúde prestados. No Brasil os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (ou Lesões por Esforços Repetitivos - LER/DORT) representam as doenças ocupacionais mais frequentes no país. Os distúrbios musculoesqueléticos são multicausais, eventualmente aparecendo de maneira lenta e insidiosa, e podem se desenvolver em função da exposição contínua e prolongada dos trabalhadores a efeitos nocivos e adversos no ambiente de trabalho. O objetivo do presente estudo é verificar a incidência dos distúrbios osteomusculares junto ao funcionalismo público no setor da secretária de saúde na cidade de Lauro Muller- SC. A população/amostra será composta por 23 funcionários em efetivo exercício na secretaria, pelo com pelo menos 6 meses de serviço. Após o consentimento, os dados serão obtidos através de um questionário autoaplicável, pelo QNSO para sintomas osteomusculares, a EVA para medir a dor dos desconfortos dos indivíduos e sintomas nas diversas regiões anatômicas, bem como um questionário sobre a percepção das condições de trabalho e suas relações com a condição de saúde.

Palavras-chave: LER. Dor musculoesquelética. Estudos de avaliação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/inova.v8i2.4312

Direitos autorais 2019 Inova Saúde

 

 

ISSN 2317-2460

 

Indexação

      

Suporte e Apoio: