O enfermeiro no cuidado à família do paciente oncológico: uma revisão bibliográfica

Wanderson Alves Ribeiro, Marilda Andrade, Bruna Porath Azevedo Fassarella, Luiz Cláudio da Cruz Faria, Mesulemete do Nascimento Martins, Monique Lopes Gomes, João Luiz Ramos de Souza, Juliana Mendes da Silva

Resumo


O câncer se caracteriza por uma proliferação anormal de determinados tecidos, a qual escapa ao controle do organismo, tendendo à autonomia e geralmente causando efeitos extremamente agressivos sobre o corpo. Tem-se como objetivo descrever a relevância do enfermeiro no cuidado ao familiar do paciente oncológico. Trata-se de uma revisão bibliográfica de abordagem qualitativa. Para tal utilizou-se a Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), nas seguintes bases de informações: LILACS; MEDLINE e SCIELO no período de janeiro a junho de 2018. Nesse sentido, a postura que o enfermeiro vai adotar precisa começar já no momento do diagnóstico, no sentido de aliviar o impacto de uma notícia deste tipo, esclarecendo sobre a ampliação das possibilidades de sobrevida e os ganhos possíveis em termos de qualidade de vida nos dias atuais, garantindo ao paciente que ele não estará solitário no enfrentamento do problema e de suas consequências, agindo também no sentido de estimular a esperança como condição fundamental para um tratamento exitoso, entre outras intervenções eficientes e humanizadas, como a dedicação total ao tratamento, a manutenção da autoestima, os benefícios de planejar um futuro ativo e positivo. Conclui-se o enfermeiro necessita identificar e avaliar suas próprias concepções relativas à doença e à interrupção da existência física, para que possa manter seu equilíbrio e estabelecer estratégias de enfrentamento, através da elaboração de metas claras e efetivamente significativas a serem direcionadas ao paciente e à família.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/inova.v9i1.4555

Direitos autorais 2019 Inova Saúde

 

 

ISSN 2317-2460

 

Indexação

      

Suporte e Apoio: