Ingestão prévia de BCAA melhora desempenho em corredores amadores

Camila Yuri Haraguchi, Cláudio Teodoro de Souza, Schérolin de Oliveira Marques, Erico Chagas Caperuto, Bruno Rodrigues, Fabio Santos Lira

Resumo


Uma das manipulações dietéticas mais utilizadas entre atletas que praticam atividades de endurance é a suplementação com aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA). Entretanto, o papel ergogênico destes aminoácidos ainda não está totalmente estabelecido. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito do consumo de BCAA sobre o desempenho em corrida de 10 km. Os sujeitos (n=11 homens) deste estudo foram recrutados de maneira aleatória, eram saudáveis e não atletas, idade entre 20 a 40 anos, os quais foram divididos em grupo Placebo (n=5) e grupo BCAA (n=6). O consumo de BCAA (18 mg.kg-1) ou placebo, seguindo modelo duplo cego cruzado, foi realizado 1h antes do início da prova. A prova de rua teve percurso controlado de 10 km. Com relação ao desempenho na prova, foi detectada diferença estatística entre o grupo que ingeriu previamente BCAA (46,8±8,72 min) e o grupo Placebo (54,5±9,40 min; p<0,05). No entanto, não foi observado diferença na percepção subjetiva do esforço (Escala de Borg) entre os dois grupos estudados. Em conclusão, a suplementação de BCAA afetou o desempenho de corredores de rua não atletas, sem alterações visíveis sobre a percepção subjetiva do esforço.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais

 

 

ISSN 2317-2460

 

Indexação

      

Suporte e Apoio: