LOGÍSTICA REVERSA DE EMBALAGENS DE AGROTÓXICO EM SÃO JOÃO DO SUL-SC

Leandro de Moraes Lumertz, Mario Ricardo Guadagnin, Michele Domingos Schneider

Resumo


Percebe-se que em nosso país de alguns anos para cá a agricultura despontou de Norte a Sul, mas sem grandes preocupações com o cuidado e manuseio nos produtos necessários para cultivo e produção desta prática. Principalmente a região Sul e Central do país, as produções agrícolas e o cultivo do gado de corte e produção de derivados do leite aumentaram consideravelmente (LEITE, 2003). O despertar dos anos 90, de uma grande abundância de iniciativas de agregação de valore desempenhado por um grupo de atores locais e regionais, apontam para um novo processo de mudança de desenvolvimento regional (MIOR, 2005). Toda estrutura de consumo tem seu respaldo em reações adversas no sentido restritivo do comportamento do consumidor, da preocupação com os impactos ambientais nocivos à processos e produtos industriais. Ansoff (1990, p.30) menciona que em países mais desenvolvidos: “Eles se tornam cada vez mais exigente. Demandando informações cada vez mais completa sobre suas compras, exigindo responsabilidade pós-venda por parte do fabricante, sendo cada vez menos dispostos a aceitar a poluição do meio ambiente como subproduto”. A política reversa é um tipo de logística que busca trabalhar com ciclo reverso, ou seja, com o descarte e retorno de materiais já utilizados, no caso das embalagens usadas na produção agrícola, pois ela demonstra um direcionamento novo em como lidar com este problema (MACHADO, 2002). A preocupação ecológica da sociedade como um todo e também das organizações empresariais, tem se transformado recentemente em processos de política reversa que se propõe em atender as necessidades presentes e compreendam o conjunto sustentável da transformação no qual a exploração de recursos e a direção de investimentos possa desenvolver em harmonia com a natureza, mas mantendo presente a preocupação com as gerações futuras atendendo as necessidades das aspirações humanas (LEITE, 2005). Mediante a situação evidenciada no meio agrícola, os problemas causados pelo descarte incorreto das embalagens de agrotóxicos evidenciam uma séria degradação ambiental em nosso meio. Quais possibilidades podem ser elencadas para o descarte adequado das embalagens de agrotóxicos? O presente trabalho teve por objetivo identificar e caracterizar a operacionalização e a efetivação da logística reversa de embalagens de agrotóxicos em uma casa agropecuária em São João do Sul – SC.

Palavras chaves: Logística reversa; Sustentabilidade; Política Nacional de Resíduos Sólidos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2594-4908