A FORMAÇÃO DO PENSAR CRÍTICO-FILOSÓFICO ATRAVÉS DAS MÍDIAS

Lauro Roberto Lostada

Resumo


As tecnologias, desde suas origens, geraram grandes mudanças epistêmicas quando, a princípio, suplantaram a filosofia com o desenvolvimento de uma tecnociência preocupada intensamente com os métodos de pesquisa e experimentação. Com o surgimento de um novo cenário onde o conhecimento se reinventa através da inteligência coletiva, fruto da convergência tecnológica, surge a possibilidade do renascimento do perspectivismo filosófico como possibilidade de investigação. A escola, sob este panorama inovador, pode romper com sua origem reprodutora das estruturas sociais, lógicas e epistemológicas das classes dominantes, de maneira a dissipar com a exclusão e a classificação que gerava em seus processos estruturantes, apontando para um possível desmascaramento onde se pode inferenciar, entre outras coisas, o potencial das mídias como um elemento possível para a formação de uma maneira nova de pensar, possibilitando a autonomia e a emancipação dos sujeitos.  


Texto completo:

PDF




Direitos autorais

 

 

ISSN 2317-2452

Editor: ALEX SANDER DA SILVA

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.