A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA MEDIADA PELAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Marcia Leandro Benedet, Vanderleia Benedet Réus, Giovani Mendonça Lunardi

Resumo


Este artigo descreve uma experiência em formação continuada mediada pelas tecnologias da informação e comunicação, tendo como público alvo 40 professores da Educação Básica de um município do sul de Santa Catarina. Como questão: qual o impacto da formação continuada em tecnologias educacionais no cotidiano dos professores? Desenvolveu-se uma pesquisa de natureza aplicada, com intuito de produzir conhecimentos por meio das vivências práticas sobre o uso das tecnologias da informação e comunicação. Foi relevante a discussão ao longo da formação em como mediar a aprendizagem desde a educação infantil até as séries finais do Ensino Fundamental com o uso das tecnologias. Os resultados evidenciaram a necessidade de formação continuada em tecnologias educacionais e sua articulação com as práticas pedagógicas, no sentido de otimizarem uma aprendizagem significativa.

 


Texto completo:

PDF

Referências


BACICH, L.; MORAN. J. (Org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem téorico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018.

BARRAGÁN, A. G. C. Construyendoeltercerespacioenlaformación inicial delprofesorado: Una experienciapráctica desde el enfoque de losfondosdigitales de conocimiento e identidad. Relatec: Revista Latinoamericana de Tecnología Educativa, San Sebastian, v. 16, p.35-49, 2017. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2018.

BEHAR, Patricia A;OL. (orgs). Modelos Pedagógicos em Educação à distância. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BERGMANN, J.; SAMS, A. Sala de aula invertida: uma metodologia ativa de

aprendizagem. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

COSTA, Fernando Albuquerque et al. Repensar as TIC na Educação: O professor como agente transformador. Carnaxide:Santillana, 2012.

FERRARI; SOTERO. A educação na cultura digital. São José: Ilha Mágica, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA,DeniseTolfo (Orgs). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MOLIN, S. L.; RAABE, A. L. A. Novas tecnologias na educação: transformações da prática pedagógica no discurso do professor. Acta Scientiarum. Education, Maringá, v. 34, n. 2, p. 249-259, nov. 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2018.

NEW MEDIA CONSORTIUM. The NMC Horizon Report: Educação Básica Edição 2015. NMC, 2015. Produzido em conjunto com New Media Consortium (NMC) e o Consortium ofSchool Networking (CoSN).

SOUSA, Robson Pequeno de; MOITA, Filomena da M. C da S. C.; CARVALHO, Ana Beatriz Gomes (Orgs). Tecnologias digitais na educação. Campina Grande: EDUEPB, 2011.

BERGMANN, J.; SAMS, A. Sala de aula invertida: uma metodologia ativa de

aprendizagem. Rio de Janeiro: LTC, 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.18616/ce.v8i1.4609



Direitos autorais 2019 Criar Educação

 

 

ISSN 2317-2452

Editor: ALEX SANDER DA SILVA

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.