A PSICOTERAPIA FENOMENOLÓGICO-EXISTENCIALISTA E SUA APLICABILIDADE EM CRIANÇAS

Marcelo Peres Geremias, Pablo Michel Barcelos Pereira, Sandra Regina de Barros de Souza

Resumo


Este trabalho configura-se como uma revisão teórica, que teve como objetivo descrever, como ocorre o processo de psicoterapia infantil a partir da psicologia fenomenológica existencialista. O estudo apresentou alguns dos principais conceitos metodológicos dessa abordagem, tais como a consciência, projeto de ser, matéria trabalhada, alienação e a mediação para a apropriação do mundo humano pela criança. Como conclusões desse estudo, foi possível realizar uma reflexão a partir das práticas realizadas nos processos de psicoterapia infantil com a Psicologia existencialista, na qual percebeu-se que se trata de uma discussão recente e pouco explorada pelos estudiosos da psicologia de forma geral.

Palavras-chave: Psicologia clínica existencialista; Psicoterapia infantil; Mediação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Seminário de Filosofia e Sociedade

Coordenadores:

Alex Sander da Silva

Jéferson Luis de Azeredo


ISSN: 2527-1415