Desmistificando os sujeitos com altas habilidades/superdotação: uma experiência da rede municipal de educação de Criciúma/SC

Tayná Gonçalves Pereira, Cinara Lino Colonetti

Resumo


O artigo destaca a temática sobre Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD), por tratar-se de um tema pouco pesquisado, além de estar ligado a vários mitos e estereótipos. Desse modo, estabeleceu como objetivo geral compreender a visão do professor³ do Atendimento Educacional Especializado (AEE) e do aluno que possui AH/SD sobre o trabalho voltado para o desenvolvimento e estimulação de alunos que foram identificados com altas habilidades. A partir do objetivo geral foram estabelecidos os objetivos específicos que se pautam em: a) identificar as metodologias utilizadas pelos professores do AEE; b) perceber a relação que os alunos AH/SD possuem com seus colegas de turma; c) verificar a formação dos professores de AEE e d) distinguir a visão que o aluno identificado com AH/SD tem em relação aos trabalhos voltados para ele mesmo. A pesquisa foi realizada em uma escola do município de Criciúma - SC, tendo a entrevista como método de análise. Os entrevistados foram uma professora de sala de AEE, quatro alunos identificados com AH/SD e, também, a mãe de um aluno que está em período de identificação. A pesquisa permitiu concluir que a escola em estudo está bem preparada e capacitada para trabalhar com alunos que apresentam AH/SD, considerando-se que toda a equipe escolar envolvida estabeleceu um relacionamento saudável não apenas com os discentes que frequentam a sala de AEE, mas também seus familiares.

PALAVRAS-CHAVE: Altas habilidades/superdotação. Atendimento Educacional Especializado. Inclusão.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v1i1.3198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil