Imagens de infância em Peter Pan de James Barrie

Bianca Serafim Gaspar, Richarles Souza de Carvalho

Resumo


O presente artigo busca fazer uma análise da obra Peter Pan, de James Matthew Barrie. Procura-se verificar mediante um trabalho de interpretação de que maneira a criança e sua infância são representadas na obra, justamente quando a sociedade (século XIX) começa a ter um novo olhar em relação à infância. O referencial teórico demonstra de que maneira a criança era representada nas artes e na literatura e as mudanças ocorridas no decorrer dos séculos. Foram construídas duas expressões que ajudam a entender como a infância é descrita no livro: “infância garantida” e “não infância”. Também foi possível perceber que a obra continua atual devido à relevante temática que ela oferece.
PALAVRAS CHAVE: Literatura. Infância. Peter Pan.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v2i1.3714

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil