A inclusão da criança autista na Educação Infantil: percepções de educadores da rede municipal de Cocal do Sul/SC

Juliana Costa Pereira, Everson Ney Hüttner Castro

Resumo


Esta pesquisa tem por objetivo geral investigar como educadores (as) que atuam na rede municipal de Cocal do Sul/SC percebem a inclusão da criança autista na educação infantil. A partir do objetivo geral definiram-se os objetivos específicos: identificar as concepções dos(as) educadores(as) da educação infantil em relação à inclusão, compreender o processo de inclusão das crianças autistas nas instituições de educação infantil da rede municipal de ensino de Cocal do Sul/SC pela ótica dos docentes e identificar que possibilidades os(as) educadores(as) encontram no processo de inclusão de crianças autistas na educação infantil. Trata-se de uma pesquisa de campo, de abordagem qualitativa e exploratória, da qual participaram três educadoras que atuam em uma Instituição de Educação Infantil da rede municipal de Cocal do Sul/SC. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi a entrevista semiestruturada. Os autores utilizados foram Mantoan (2008), Mittler (2003), Mello (2007), Gauderer (1993), Schwartzman (1994), Gomes et al. (2007), Veiga (2008), entre outros. Conclui-se que as professoras entrevistadas se sentem despreparadas para lidar com a inclusão da criança autista na educação infantil, pois carecem de apoio especializado e de cursos de formação continuada que contribuam para a melhoria do seu trabalho pedagógico com a criança autista.


PALAVRAS-CHAVE: Educação inclusiva. Educação Especial. Autismo. Educação Infantil.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v2i1.3717

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil