ESTUDO DAS ATIVIDADES PRÁTICAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS EM UMA ESCOLA DE CRICIÚMA\SC

Andreia Josiane Bristot Rocha, Miriam da Conceição Martins

Resumo


Esta pesquisa buscou analisar como os professores trabalham o ensino de ciências, no quarto ano do ensino fundamental em uma escola de Criciúma\SC. Teve como objetivos específicos: compreender como os profissionais estão desenvolvendo o ensino de ciências em sala de aula; identificar quais dificuldades os professores têm encontrado nas aulas de ciências; analisar como os professores podem enriquecer suas aulas, mesmo em um ambiente com poucos recursos apontando para alternativas que possam vir a ter significado para todos. Foi utilizada a metodologia de pesquisa exploratória, descritiva e de abordagem qualitativa, o questionário foi aplicado através de pesquisa de campo, que procurou entrevistar duas professoras do 4° ano de uma escola Municipal de Criciúma/SC. A coleta de dados foi feita por meio de um roteiro com perguntas pré-estabelecidas pelo pesquisador, com agendamento prévio para aplicação do questionário, buscando analisar as respostas dos professores sobre como o ensino de ciências tem contribuído na melhoria das práticas docentes. Cada resposta foi analisada e comparada, buscando a reflexão de como é possível apesar das dificuldades apresentadas pelos agentes, proporcionar aulas de qualidade, com subsídios para maior compreensão dos alunos. Concluindo desta forma também que a formação continuada é de extrema importância para o professor.

PALAVRAS CHAVE: Professor. Ensino de Ciências. Atividades Práticas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v3i3.5360

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil