INFLUÊNCIAS DO PIBID/SUBPROJETO INTERDISCIPLINAR NA ESCOLHA DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL DO PEDAGOGO

Priscila da Silva Rocha, Ricardo Luiz de Bittencourt

Resumo


Esse artigo pretende analisar como a participação no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) pode influenciar na escolha do campo de atuação profissional do acadêmico de Pedagogia. O contato dos pedagogos com as áreas em que é possível atuar acontece dentro e fora da universidade, essencialmente nas escolas, através do estágio obrigatório ou não obrigatório, e também em projetos institucionais como o Pibid. Essa escolha e a preferência do campo profissional pode ser justificada nas experiências proporcionadas ao acadêmico durante a graduação como sugere a pesquisa. Autores como Nóvoa (1992/2009), Tardif (2000/2002) e García (1999) embasam as reflexões sobre a formação docente, principalmente construída dentro da própria profissão. Os objetivos específicos se definiram em responder a importância do Pibid na formação inicial, quais as contribuições do curso de Magistério para a formação do pedagogo e investigar como acontece a escolha da área de atuação do pedagogo. A pesquisa questionou cinco acadêmicos de diferentes fases do curso de Pedagogia, que foram bolsistas do Pibid Subprojeto Interdisciplinar no curso de Magistério. O estudo apontou que a participação neste programa influencia na escolha da área de atuação porque permite ao acadêmico vivenciar experiências da realidade escolar, e também por ser uma proposta desenvolvida em um curso de formação de professores.

PALAVRAS CHAVE: Pedagogia. Pibid. Formação de professores.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v3i3.5373

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil