IDENTIFICAÇÃO E MEDIAÇÃO NA DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM: ANÁLISE DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DE UMA PROFESSORA DO TERCEIRO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Stefanie Zapelini dos Passos, Zélia Medeiros Silveira

Resumo


A presente pesquisa objetiva analisar como se dá o processo de identificação e mediação da pedagoga em relação às dificuldades de aprendizagem presentes em sala de aula. O trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa bibliográfica na qual, foram utilizadas referências especializadas no assunto. Além do estudo bibliográfico o artigo apresenta um estudo de caso sobre a prática pedagógica de uma professora do terceiro ano do ensino fundamental I, de uma escola municipal de Içara/SC. Foi realizada uma entrevista semiestruturada com a referida professora, análise dos cadernos dos alunos, do PPP da escola e do plano de ensino, além de observação de sistemática da sala de aula. A análise dos dados coletados em campo revelou uma prática pedagógica comprometida com a aprendizagem dos alunos, mas carente de embasamento teórico, o que prejudica a identificação e a mediação nas dificuldades de aprendizagem, bem como na utilização de metodologias diferenciadas. Essa situação aponta a necessidade de melhorar o investimento no professor, por meio de programa de formação continuada.

PALAVRAS CHAVE: Aprendizagem. Dificuldade de aprendizagem. Mediação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v3i3.5376

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil