ENTRE O INATO E O APRENDIDO: O CONCEITO DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL DE CRIANÇAS DE 1 A 3 ANOS DE IDADE

Luciana Macalossi, Bruna Carolini de Bona

Resumo


RESUMO: Esta pesquisa, fundamentada na teoria histórico-cultural, de abordagem qualitativa, busca compreender a concepção das professoras pedagogas sobre o desenvolvimento infantil de crianças de 1 a 3 anos de idade. Os dados da pesquisa de campo foram analisados por meio de questionário aberto com 14 professoras pedagogas dos 3 centros de educação infantil do Município de Balneário Arroio do Silva/SC. O tema entre o inato e o aprendido: o conceito de desenvolvimento infantil de crianças de 1 a 3 anos de idade objetivou, de forma descritiva: 1) compreender a concepção de desenvolvimento infantil das professoras pesquisadas; 2) identificar, na perspectiva das professoras pedagogas, a relação entre desenvolvimento e aprendizagem das crianças de 1 a 3 anos de idade e 3) aprofundar a concepção de desenvolvimento infantil na teoria histórico-cultural. Os resultados da pesquisa indicam que a compreensão das professoras pedagogas acerca do desenvolvimento infantil reflete, com maior saliência, o inatismo e o construtivismo, de modo diferente das bases curriculares que orientam a rede de ensino. A análise evidencia, ademais, a realização de uma correlação entre desenvolvimento e aprendizagem, revelando uma percepção de sua relevância. Porém, a maioria das docentes afirma que o desenvolvimento biológico da criança precisa anteceder a aprendizagem. Por isso, este estudo evidencia a relação orgânica entre aprendizagem e desenvolvimento, a partir de um embasamento na teoria histórico-cultural, a qual enfatiza a importância do ensino para o desenvolvimento infantil. Compreende-se, a criança, nessa perspectiva, como sujeito ativo e atuante no mundo, por meio de um processo histórico e dialético.
PALAVRAS CHAVE: Educação Infantil. Desenvolvimento. Aprendizagem. Teoria histórico-cultural.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/rsp.v4i1.5742

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Revista Saberes Pedagógicos

 

 

ISSN 2526-4559


Editor-chefe

Dr. Ricardo Luiz de Bittencourt

Corpo Editorial Científico

Dra. Andréia Morés, Universidade de Caxias do Sul, Brasil

Dr. Carlos Augusto Elsébio, Universidade Federal do Paraná, Brasil

Dr. Christian Muleka Mwewa – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Brasil

Dr. Gildo Volpato, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Brasil

Dra. Maria Antônia Ramos de Azevedo, Universidade Estadual Paulista, Brasil

Dra. Maria Isabel da Cunha, Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Dra. Marta Regina Furlan de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina, Brasil 

Dra. Mariana Saez, Universidade Nacional La Plata, Argentina

Dra. Maria Veronica Leiva Guerrero, Pontificia Universidad Católica de Valparaíso, Chile

Dra. Patrícia Jantsch Fiuza – Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil