DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO BRASILEIRO ENTRE 1990 E 2012: CONSIDERAÇÕES SOBRE A INFORMALIDADE NO MERCADO DE TRABALHO À LUZ DA TEORIA DO DUPLO MOVIMENTO DE KARL POLANYI

Juliano Vargas

Resumo


Resumo

Esse estudo examina os nexos de convergência entre o desenvolvimento socioeconômico e a evolução da informalidade no mercado nacional de trabalho no interregno 1990-2012, à luz da teoria do duplo movimento de Polanyi. Duas fases são fundamentais para a discussão pretendida: a) fim do século XX, em que o Brasil passou por reformas que resultaram no aumento da informalidade no mercado de trabalho; b) início do século XXI, com renovada participação política do Estado e da sociedade civil, que gerou diminuição moderada do trabalho informal. A concepção polanyiana de duplo movimento mostra-se como instrumento útil para a compreensão primeiro da “grande transformação” e na sequência também para o entendimento do “contramovimento” (parcial), ambos verificados no país após 1990. Conclui-se que o caminho para mitigar a historicamente alta informalidade no Brasil perpassa pelo desincrustamento desse hábito enraizado da sociedade em geral.

Palavras-chave: desenvolvimento brasileiro, informalidade do trabalho, Polanyi. 


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944