A CONCEPÇÃO DE TECNOLOGIA PRESENTE NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA DA REGIÃO DE CRICIÚMA-SC

Keli dos Santos de Aguiar Figueiredo, Rafael Rodrigo Mueller

Resumo


A tecnologia está presente nos mais diversos âmbitos de nossa existência, implicando inclusive no desenvolvimento de novas áreas e de novas funções/profissões no mundo do trabalho. A partir dessa nova realidade surgem novos atores no plano organizacional, os tecnólogos. Tendo em vista essa condição, questionamos: que é o tecnólogo? Quais as concepções de tecnologia que estão implícitas na atividade destes profissionais? A tecnologia não consiste somente na manipulação de máquinas e equipamentos no ambiente de trabalho, essa também se aplica em processos de organização, execução e metodologias relacionadas ao trabalho, sendo esta discussão um dos objetivos centrais de nossa pesquisa, juntamente com a definição do que é ser tecnólogo, qual seu papel no ambiente de trabalho, quais as principais diferenças entre o profissional técnico, tecnólogo e o bacharel, entre outras atribuições deste profissional no mercado de trabalho. Será realizada uma pesquisa exploratória tendo como campo a região de Criciúma-SC, a partir de estudos sobre os profissionais tecnólogos e o Ensino Superior em Tecnologia da região e suas instituições ofertantes. Os procedimentos para coleta de dados da pesquisa ainda se encontram em fase de construção. Conforme a Resolução CNE/CP 3 Art. 7º define o tecnólogo como profissional com competências profissionais em distintas áreas. Entende-se por competência profissional a capacidade pessoal de mobilizar, articular e colocar em ação conhecimentos, habilidades, atitudes e valores necessários para o desempenho eficiente e eficaz de atividades requeridas pela natureza do trabalho e pelo desenvolvimento tecnológico. Com a formação tecnológica voltada ao mercado de trabalho serão preenchidas as lacunas no que diz respeito a esta qualificação, pois a formação tecnológica está fortemente atrelada com as técnicas de trabalho, ou seja, os tecnólogos possuirão formação para um tipo de trabalho.As principais características dos cursos tecnológicosconsistem em: a) aplicação, desenvolvimento, pesquisa aplicada e inovação tecnológica e a difusão de tecnologias; b) gestão de processos de produção de bens e serviços; e c) o desenvolvimento da capacidade empreendedora conforme o Parecer CNE/CES Nº 436/2001.Nesta discussão também se ressalta o ensino, assim como as normas do Ministério da Educação quanto ao Ensino Superior Tecnológico. Segundo o parecer CNE/CP nº 6, de 6 de abril de 2006 relata-se aqui os mencionados artigos 1º Resolução CNE/CP nº 3/2002:Art. 1º A educação profissional de nível tecnológico integrada às diferentesformas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia, objetiva garantir aoscidadãoso direito à aquisição de competências profissionais que os tornem aptospara a inserção em setores profissionais nos quais haja utilização detecnologias. Pode-se abordar sobre outras características quanto aos cursos tecnológicos, pois estes possuem tempo de duração menor e as disciplinas cursadas são voltadas ao mercado, sendo estes os principais diferenciais quanto aos cursos de bacharelado, pois o objetivo principal da formação tecnológica está na inserção de uma determinada mão de obra no mundo do trabalho. Este estudo visa trazer muitos esclarecimentos quanto a este profissional considerado relativamente novo no ambiente organizacional brasileiro, pois muitas dúvidas e pré-conceitos são lançadas sobre estes profissionais.

Palavras-Chave: Tecnólogo; Mercado de Trabalho; Educação.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944