COLÔNIA DE PESCADORES DO BALNEÁRIO ARROIO DO SILVA: CARACTERIZAÇÃO LEGAL E SUA HISTÓRIA

Nicole Victor Gomes, Melissa Watanabe

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar as políticas públicas da pesca artesanal, bem como a importância da pesca como patrimônio cultural e social, em particular, no município de Balneário Arroio do Silva, além de analisar a caracterização socioeconômica e a história dos pescadores de uma colônia deste município. Dessa forma, serão recolhidas informações teóricas através de pesquisa exploratória e descritiva para assim entender e descrever os conceitos de acordo com as políticas públicas direcionadas à atividade pesqueira desenvolvidas ou não no município, como também o desenvolvimento da sustentabilidade cultural. Para concretização deste estudo, os procedimentos metodológicos serão baseados na concepção construtivista social, tendo como estratégias de investigação a ser aplicada na pesquisa, a estratégia mista, pois irá abordar tanto os dados quantitativos, por meio de banco de dados e quanto os qualitativos, por meio de pesquisa de campo. O método a ser utilizado para a elaboração da pesquisa, é o método indutivo, pois irá confirmar uma hipótese. Sendo assim, compreende-se que a manutenção das tradições, das culturas e dos conhecimentos desses pescadores, que fazem parte de um capital social presente nesse agrupamento, e que poderão, ou não, ter uma viabilidade econômica efetiva, possuem valores intangíveis aos quais carecem estudos e análises com as teorias existentes. Desta forma, o intuito é a partir do entendimento, resgatar a história dos referidos pescadores, entender como pode-se buscar melhorias institucionais e governamentais para a sua manutenção de suas atividades pesqueiras.

Palavras-Chave: Políticas públicas; Pesca artesanal; Sustentabilidade cultural.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944