PAPEL DO TRIPLE HÉLIX NAS UNIVERSIDADES COMUNITÁRIAS DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA

Janir de Quadra Paim, Cristina Keiko Yamaguchi

Resumo


O presente trabalho objetiva evidenciar e avaliar as percepções da comunidade organizada acerca da interação regional das Instituições Comunitárias de Ensino Superior - ICES catarinenses. O estudo será realizado junto as ICEScaracterizadas como comunitária, e visa conhecer as açõesda interação com a comunidade que contribuie para o desenvolvimentolocal e regional. As ICES são consideradas agentes capazes de promover impulsos significativos, porém, não há uma clareza quanto a percepção da comunidade local e regional, sobre o efetivo papel e a participação das ICES na propulsão do desenvolvimento local e regional onde ela está inserida. A pesquisa se caracteriza como uma pesquisa de natureza interdisciplinar, quanto aos procedimentos metodológicos classificam-se como descritiva, exploratória, de métodos mistos (quali–quanti), com concepções construtivistas.As ICES Instituições comunitárias de ensino superior, tiveram sua origem a partir da colonização europeia, principalmente no sul do Brasil, onde com o objetivo de promoverem o desenvolvimento das localidades onde estavam estabelecidos começaram a implementar os colégios comunitários vinculados a instituições religiosas, apesar de não serem mantidos por estas instituições.Com a crescimento e desenvolvimento econômico do pais e vinculado as políticas de governo, no estado de Santa Catarina surgem a partir da década de 1950 as fundações educacionais, criadas pelo poder público municipal, instituições estas que no presente se tornaram em universidades e hoje são reconhecidas como ICES, Instituições Comunitárias de ensino superior, do estado de Santa Catarina. Estas Instituições são reconhecidas pela forte atuação como agentes propulsoras do desenvolvimento regional, devido às interações que possuem com as comunidades regionais em que atuam. As ICES possuem papel de grande importância como agentes de desenvolvimento, pois com o crescimento e as ações destas instituições, elas além de permitirem uma formação técnica de qualidade, conseguem também formar cidadãos comprometidos com o desenvolvimento local e regional. Ainda, de maneira indireta conseguem promover o seu entorno com novos empreendimentos que possibilitam o crescimento econômico local. Com isto aumenta a circulação de renda, seja pelas suas demandas diretas referentes a construções ou manutenção do campus, ou devido as demandas que surgem a partir das ações promovidas pelaTriade do ensino, pesquisas e extensão. Verifica-se que para as ICES serem os protagonistas do desenvolvimento regional, precisam proporcionar um relacionamento cooperativo com os órgãos representativos dos municípios e da região, bem como com as entidades de classe da comunidade organizada. É necessário que as politicas institucionais estejam vinculadas às demandas regionais, as quais devem ser pleiteadas pelos membros dos conselhos superiores onde a
Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC Página 2
comunidade organizada possuem assento, sendo que estas políticas se transformam em ações, por meio das atividades de pesquisa e extensão, promovidas pela ICES.

Palavras-chaves: Comunitária; desenvolvimento; Instituições.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944