DINÂMICA DO EMPREGO FORMAL NO SETOR PRODUTOR DE SOJA NO ESTADO DE MATO GROSSO NO ANO DE 2017

Erico Souza Costa, João Gabriel Pagnan Zanette, Mayara Pereira de Souza

Resumo


O Brasil no ano de 2017, ocupava a posição de segundo maior produtor mundial de soja, sendo o estado do Mato Grosso responsável pela maior produção do país. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo analisar a dinâmica de emprego formal no setor produtor de soja (divisão 01, CNAE 2.0) no estado de Mato Grosso no ano de 2017. Para realização do estudo, se elencou alguns objetivos específicos tais como: i) analisar a faixa etária, escolaridade, sexo; ii) mensurar o tamanho dos estabelecimentos setor do cultivo de soja no estado de Mato Grosso; iii) por fim, verificar a quantidade de admitidos e demitidos no período de abril de 2016 a abril de 2017. Esta é uma pesquisa descritiva desenvolvida por meio de um levantamento de dados junto à Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) em que foram coletadas as seguintes informações: perfil dos trabalhadores por escolaridade, remuneração média, sexo e faixa etária; tamanho dos estabelecimentos; número de trabalhadores admitidos e desligados. A abordagem de análise foi quantitativa. Em linhas gerais, os resultados apontam que, frente ao aumento do nível de desemprego na economia de uma forma geral, o setor agropecuário, mais especificamente o de sojicultura, apresentou, com relação ao índice acumulado de abril de 2016 a abril de 2017, pela proximidade relativa de admitidos e desligados, certa estabilidade nos números de empregados. No mês de abril de 2017, contudo, o saldo de vagas de trabalho foi negativo e o salário dos admitidos foi menor que o dos desligados. O perfil socioeconômico do empregado no setor tendeu a ser descrito pelas seguintes características: é do sexo masculino, entre 30 e 49 anos, com grau de instrução na faixa analfabeto-ensino médio incompleto e com remuneração entre 1,51 e 4 salários mínimos.
Palavras-chave: Agricultura, Cultivo de Soja, Emprego, RAIS, CAGED.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944