GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS E SUA CONTRIBUIÇÃO NO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO SETOR CERÂMICO DA MESORREGIÃO SUL DE SANTA CATARINA

Tamara Sarate Bobsin, Sílvio Parodi Oliveira Camilo

Resumo


O capital humano é um dos recursos mais valiosos no âmbito da gestão das organizações. Isso porque são as pessoas que concebem planos, elaboram projetos, desenvolvem processos e executam atividades concernentes ao trabalho. A partir deste entendimento, no início da década de 1980, emergiu a abordagem estratégica de recursos humanos como uma vertente do campo de estudo acerca do capital humano. Esta linha de estudo, pautada no reconhecimento do capital humano enquanto instrumento para o diferencial competitivo das organizações, foi nominada como Gestão Estratégica de Pessoas (GEP). A GEP está relacionada com práticas, políticas e estratégias da organização, buscando melhor alinhamento e aderência entre os comportamentos das pessoas e os objetivos da organização, de modo a contribuir para o seu desenvolvimento. A implementação de programas essenciais ao emprego da GEP é dependente da interação entre os seguintes agentes: i) profissionais de recursos humanos; ii) demais funcionários; e iii) gestores da organização. Visto que a mesorregião sul de Santa Catarina se constitui polo industrial, formada por grupos de segmentos específicos, o objeto de estudo do trabalho será o segmento cerâmico, justamente por sua relevância para o desenvolvimento econômico da região. Diante disto, o trabalho tem como objetivo geral investigar como a GEP contribui para o desenvolvimento da organização. De modo específico, por meio de conceitos e definições de GEP: identificar práticas e políticas da GEP dentro das indústrias cerâmicas da mesorregião sul/SC; analisar a percepção dos gestores quanto a contribuição dos programas de GEP na atuação dos funcionários; e avaliar as implicações da GEP nos âmbitos internos e externos à organização. Para tanto, a pesquisa será empregada mediante o método dedutivo, com abordagem qualitativa, quanto aos objetivos se caracteriza como descritiva. A priori, será realizada uma revisão integrativa de literatura para a construção do roteiro das entrevistas, bem como a fundamentação teórica em consonância com os objetivos da pesquisa. Posteriormente, serão realizadas entrevistas semiestruturadas com os gestores das cerâmicas da mesorregião. Para o tratamento dos dados, será utilizada a estratégia de análise de conteúdo. Por fim, pretende-se discutir os resultados mediante estudos teóricos e empíricos comparados aos achados da pesquisa.
Palavras – chave: Gestão Estratégica de Pessoas, Desenvolvimento Econômico, Indústria de Cerâmica.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944