O PROGRAMA ESCOLA SEM PARTIDO E SUA AMEAÇA A EDUCAÇÃO CRÍTICA: O CASO DO PL 130/2017 DO MUNICÍPIO DE CRICIÚMA/SC

José Gustavo Santos da Silva, Rafaela Brito Pereira, Alex Sander da Silva

Resumo


O movimento “escola sem partido” tem ganhado força nos últimos anos no cenário político brasileiro, motivados pela crise estrutural que o sistema capitalista tem enfrentado, e pelas ascensões de grupos conservadores no poder legislativo/executivo. O programa se difundi pelo país em diversos estados e municípios, ganhando diversos seguidores, e cada vez mais ameaçando a educação crítica e emancipatória. O objetivo deste trabalho é demostrar teoricamente como esta lei está estruturada e como influenciará no trabalho docente em geral, partindo da aprovação PL Nº 130/2017 que estabelece o “programa escola sem partido” do município de Criciúma/SC no ano de 2017, e como este afetará a cátedra dos professores do município.

Palavras-chave: Escola sem partido; Educação; Criticidade.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944