AS TRANSFORMAÇÕES NO MUNDO DO TRABALHO EM BLUMENAU/SC: A QUESTÃO DOS BENEFÍCIOS SOCIAIS

Karin Cristiane Freitag, Leonardo Brandão

Resumo


Este texto apresenta resultados de um estudo que foi originalmente produzido como dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da FURB. Ele objetiva evidenciar as estratégias que as indústrias têxteis da região de Blumenau utilizam para retenção de mão de obra, através da oferta de benesses aos trabalhadores. A partir disso, discute-se como o Poder Público contribui na exploração da mão de obra quando suprime direitos sociais. Os reflexos da reestruturação produtiva são perceptíveis no processo e nas relações de trabalho com consequências sérias em face das novas mudanças organizacionais adotadas nas indústrias têxteis, como por exemplo, o enfraquecimento da organização política dos trabalhadores. A metodologia utilizada para a produção do trabalho foi através de pesquisa bibliográfica, entrevistas semiestruturadas, questionários, coletas de dados em sites e revistas de distribuição interna das empresas. Os resultados da pesquisa apontam que a relação capital-trabalho aparece metamorfoseada em “novas” formas de gestão, as quais representam para os trabalhadores a reconquista da liberdade e qualidade de vida, porém, algumas vezes pode precarizar suas próprias condição de trabalho, vida e direitos sociais, e ainda enfraquecer a luta política dos trabalhadores, especialmente pela falta de efetividade das políticas públicas.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Seminário de Ciências Sociais Aplicadas

ISSN 2236-1944