A EMERGÊNCIA DOS LIVINGS LABS NO BRASIL COMO UM MEIO PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO SOCIAL

Silvio Bitencourt da Silva

Resumo


A preocupação com a questão da sustentabilidade é cada vez maior na agenda da inovação, comumente possuindo maiores implicações sistêmicas e enfatizando a necessidade de
gerenciamento integrado. Tais inovações surgem de preocupações em – e devem ser compatíveis com – contextos sociais, políticos e culturais complexos e oferecem alto risco de
fracasso se esses elementos da demanda forem negligenciados (BESSANT e TIDD, 2009). Porém, de acordo com Vollenbroek (2002) a inovação não conduz automaticamente ao progresso da sociedade, como é implicitamente assumido no âmbito tecnológico, pois esta suposição é uma herança do Iluminismo, ou seja, a crença de que a ciência,  automaticamente resultará em uma melhor qualidade de vida.
Dessa maneira, a busca pela sustentabilidade, subordinada ao paradigma do desenvolvimento sustentável, necessita de uma abordagem para a inovação que pode ser caracterizada a partir
de uma sociedade ativa que decida qual agenda econômica, objetivos ecológicos e sociais devem ser cumpridos.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

ISSN 2236-1944