IMPLANTAÇÃO DE MARCOS GEODÉSICOS PARA PROJETOS DE CONSTRUÇÃO E RESTAURAÇÃO DE RODOVIAS

Gabriela Francisco de Souza, Leonard Niero da Silveira

Resumo


Para que uma rodovia ou qualquer outra aplicação em engenharia seja implementada, existe a necessidade de estabelecer um sistema de referência geodésico. Para estudo de caso, foram implantados marcos geodésicos com a função básica de referenciar um projeto de readequação da rodovia SC-438 entre os municípios de Painel e São Joaquim, no Estado de Santa Catarina. A implantação dos vértices deu-se por meio de rastreio dos sinais dos sistemas constituintes do GNSS (Global Navigation Satellite System), com origem das coordenadas no vértice SAT94025, pertencente à rede brasileira de monitoramento contínuo do GNSS e mantido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O sistema de projeção cartográfica utilizado para projetos de implantação rodoviária foi o sistema local transverso de mercator (LTM), que possui distorção linear menor que o sistema universal transverso de mercator (UTM), sendo mais adequado para a posterior locação da obra utilizando-se métodos clássicos. A altimetria apoiou-se nas referências de nível da rede de nivelamento geométrico de alta precisão do sistema geodésico brasileiro, cujo um dos circuitos passou pelo local de estudos. Foram estabelecidos, no trecho, 78 vértices para apoio a levantamentos topográficos e métodos mais modernos de levantamento como o RTK (Real Time Kinematic).

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



 

 

ISSN Eletrônico 2358-9426

ISSN Impresso 1413-8131

 

Qualis Interdisciplinar - B4

Ciências Ambientais, Engenharia I, Geociências, História e Planejamento Urbanos e Regional/Demografia - B5

Antopologia/Arqueologia, Biodiversidade e Ciência de Alimentos - C 

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.