PROPOSTA DE REUTILIZAÇÃO DO RESÍDUO DE CERÂMICA VERMELHA PROVENIENTE DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÕES NO MUNICÍPIO DE CRICIÚMA, SC

Suelen Alexandre Possa, Elaine Guglielmi Pavei Antunes

Resumo


A indústria da construção civil gera uma grande quantidade de resíduos, popularmente conhecidos como entulhos. Acaso não seja dado um destino correto a esses resíduos de construção e demolição (RCDs), eles podem trazer uma série de problemas ao meio ambiente. A construção civil é um dos setores que impulsionam a economia do município de Criciúma, atualmente um centro econômico muito importante do sul catarinense. Dentre os diversos tipos de RCDs gerados pelas construções destaca-se, nesse município, o resíduo de cerâmica vermelha. Com base nessas informações, esse estudo busca propor a forma mais adequada de reutilizar o resíduo de cerâmica vermelha e reinseri-lo na própria cadeia produtiva da construção civil, como: concretos, argamassas e pavimentação. Após análise, conclui-se que hoje a melhor forma de reaproveitamento do resíduo de cerâmica vermelha no munícipio de Criciúma é aplicá-lo em misturas de solo-agregado para camadas de sub-base em pavimentações de rodovias de baixo volume de trafego.

Palavras-Chave: Resíduos de construção e demolição, cerâmica vermelha, reutilização


Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Tecnologia e Ambiente



 

 

ISSN Eletrônico 2358-9426

ISSN Impresso 1413-8131

 

Qualis Interdisciplinar - B4

Ciências Ambientais, Engenharia I, Geociências, História e Planejamento Urbanos e Regional/Demografia - B5

Antopologia/Arqueologia, Biodiversidade e Ciência de Alimentos - C 

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.