ANÁLISE ESTATÍSTICA MULTIVARIADA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS NA BACIA DO RIO URUSSANGA

William de Oliveira Santana, Daniel Pazini Pezente

Resumo


Os aquíferos são importantes reservas estratégicas que devem ter seus usos prescritos após estudos. Localizada no sul do estado de Santa Catarina, a Bacia do Rio Urussanga compreende 680 Km2, nos quais se apresentam diversos usos dos recursos hídricos. Com o objetivo de analisar a qualidade das águas subterrâneas da bacia, analisaram-se propriedades geoquímicas destas águas e a espacialização dos poços. Com 30 pontos de coleta de água subterrânea analisou-se doze variáveis: cálcio, potássio, sódio, cloreto, sulfatos, magnésio, manganês, ferro, alumínio, pH, condutividade elétrica e alcalinidade total. As águas provêm de poços tubulares, poços escavados, ponteiras e fontes, denotando a captação em diferentes intervalos aquíferos. Utilizando-se de softwares estatísticos, elaboraram-se gráficos, para uma Análise de Componentes Principais (ACP) e de agrupamento. O cruzamento das análises permitiu concluir que as águas do aquífero profundo ainda estão sem interface com águas superficiais, sendo estas já poluídas. A síntese dos resultados estatísticos permitiu a construção de panorama sobre águas subterrâneas, sendo possível distinguir 12 subgrupos para as mesmas no âmbito dessa bacia.

Palavras-chave: qualidade da água, água subterrânea, análise estatística, bacia do Urussanga.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/ta.v23i0.3905



Direitos autorais 2017 Tecnologia e Ambiente



 

 

ISSN Eletrônico 2358-9426

 ISSN Impresso 1413-8131

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.