A VARIABILIDADE NA PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA MÉDIA DURANTE O EL NIÑO 2015/2016 EM CHAPECÓ, INDAIAL E URUSSANGA, MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SANTA CATARINA, BRASIL

Marcos Pereira da Silva, Sergio Luciano Galatto, Thays Mayara Camassola

Resumo


Este trabalho é fruto da análise da variação dos regimes pluviométricos médios (mensais e anuais) nos municípios de Chapecó, Indaial e Urussanga, ambos situados em Santa Catarina, Estado da região sul brasileira durante o episódio do mais recente El Niño que se configurou no planeta. Para tanto, se comparou os dados de precipitação pluviométrica mensal e anual de 2015 e 2016 com as médias climatológicas do período de 1980-2016 adquiridas pela interpretação estatística dos registros históricos dos três municípios pesquisados. Os resultados alcançados permitiram verificar se houve variabilidade nos padrões pluviométricos mensais e anuais no intervalo do fenômeno El Niño 2015/2016. Foi observada significativa variação, com anomalias positivas nos regimes médios mensais nos três municípios, além do total anual de 2015. Por outro lado, apesar de 2016 ter iniciado com a presença do El Niño, os impactos nas precipitações pluviométricas mensais foram pouco expressivos, inclusive nos totais anuais dos três municípios, que fecharam com chuvas abaixo da média climatológica de 1980-2016.

Palavras-Chaves: Variabilidade, Precipitação, El Niño, Impactos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/ta.v23i0.3912



Direitos autorais 2017 Tecnologia e Ambiente



 

 

ISSN Eletrônico 2358-9426

 ISSN Impresso 1413-8131

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.