QUALIDADE D’ÁGUA E IMPLICAÇÕES NA DINÂMICA SEDIMENTAR NO MÉDIO CURSO DO RIO TUBARÃO, SC

William de Oliveira Sant Ana, Álvaro José Back, Nilzo Ivo Ladwig, Thaise Sutil

Resumo


A Bacia do Rio Tubarão apresenta qualidade ambiental comprometida, com destaque para recebimento de águas oriundas de passivo de mineração. Indicadores de qualidade, a exemplo do pH reduzido e maior acidez, poderiam acelerar a sedimentação após a confluência dos rios Tubarão (ácido) e Braço do Norte (com muito sedimento). O objetivo deste trabalho consistiu em identificar assinaturas hidroquímicas das águas, antes e após a confluência destes rios, para predizer influência na sedimentação fluvial. Assim, realizou-se amostragem em seis pontos, dois no rio Tubarão, dois no rio Braço do Norte e dois após a confluência de ambos, com nove variáveis químicas: pH, Condutividade Elétrica, SO4, Al, Fe, Mn, Turbidez, Sólidos Sedimentáveis e Oxigênio Dissolvido. Os resultados foram analisados pela Análise de Agrupamento e Análise de Componentes Principais, indicando que o rio Braço do Norte, e as águas após a confluência com o Tubarão, apresentaram forte similaridade. Se é a natureza química da água a promotora das alterações no processo de sedimentação, e se esta é condicionada pelo rio Braço do Norte, como verificado neste trabalho, a hipótese que a acidez e baixo pH aumentariam as taxas de agradação sedimentar, após o encontro dos rios, foi falseada.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18616/ta.v25i0.5385



Direitos autorais 2019 Tecnologia e Ambiente



 

 

ISSN Eletrônico 2358-9426

ISSN Impresso 1413-8131

 

Qualis Interdisciplinar - B4

Ciências Ambientais, Engenharia I, Geociências, História e Planejamento Urbanos e Regional/Demografia - B5

Antopologia/Arqueologia, Biodiversidade e Ciência de Alimentos - C 

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.