Comunidade de insetos bentônicos em rio impactado por mineração de carvão em Treviso, Santa Catarina

Renata Coelho Rodrigues, Renato Augusto Teixeira, Luiz Alexandre Campos

Resumo


Foi investigada a diversidade de insetos bentônicos em gradiente de poluição por efluentes da mineração de carvão no rio Mãe Luzia, sul de Santa Catarina (Brasil). Os insetos foram coletados quinzenalmente entre setembro de 2004 e agosto de 2005 em três pontos com diferentes níveis de contaminação, onde também foram medidos temperatura, vazão, pH e condutividade da água. Foi utilizada rede entomológica (1mm de malha) em transectos de 20m com o revolvimento do substrato a cada metro. Os insetos foram identificados até família e foram calculados para cada ponto o índice de diversidade de Shannon-Wiener e de equitabilidade de Pielou. Foi realizada uma análise de correspondência canônica (CCA) para verificar a existência de padrões de similaridade entre os pontos e a correlação entre variáveis bióticas e abióticas. Registrou-se um total de 14.025 indivíduos pertencentes a 35 famílias de nove ordens. Hydropsychidae (Trichoptera) foi a mais abundante, seguida de Elmidae (Coleoptera) e Psephenidae (Coleoptera). Abundância e riqueza foram inversamente proporcionais ao grau de impacto decorrente da poluição, enquanto que os maiores valores de diversidade e equitabilidade foram encontrados no ponto intermediário. A CCA indicou maior correlação entre a condutividade e a diversidade de insetos bentônicos. Estas análises evidenciaram diferenças entre as unidades dos dois pontos com menor impacto ambiental, mostrando-se eficientes na detecção de variações sutis no ambiente lótico.Palavras-chave: biodiversidade, ecologia de comunidades, ecologia de córregos, mineração de carvão, impacto ambiental.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



 

 

ISSN Eletrônico 2358-9426

ISSN Impresso 1413-8131

 

Qualis Interdisciplinar - B4

Ciências Ambientais, Engenharia I, Geociências, História e Planejamento Urbanos e Regional/Demografia - B5

Antopologia/Arqueologia, Biodiversidade e Ciência de Alimentos - C 

 

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.