ENTRE O IMAGINÁRIO SOCIAL, A IDEOLOGIA E O RACISMO: CONSTRUINDO UM INCONSCIENTE RACIALIZADO ATRAVÉS DAS RELAÇÕES JURÍDICAS

Autores

  • Danilo dos Santos Rabelo

Resumo

A presente investigação tem como objetivo analisar o manuseio do imaginário social e a funcionalidade das formas ideológicas, como as formas-jurídicas, na manutenção de exclusões econômicas e raciais no Brasil. Para tanto, assume os pressupostos do paradigma interpretativista e qualitativo em pesquisa científica para retomar o debate teórico sobre a formação do imaginário social enquanto mecanismo de coesão social e da ideologia enquanto falseadora na realidade e sustentáculo de cíclicas exclusões. Em um segundo momento, a partir do recorte teórico da Teoria Marxista Direito, aponta como as formas-jurídicas historicamente, no Brasil, legitimaram e instrumentalizaram a exploração econômica e a hierarquização racial. Assim, conclui-se sobre a atuação de um conjunto de formas e relações jurídicas que possibilitaram a inconsciente normalização e reprodução de exclusões econômicas mediante aparelhos ideológicos que forjaram a opressão racial, na sociedade brasileira, enquanto regra, útil e intocável.


Palavras-Chave: Ideologia; Imaginário Social; Racismo; Relações Jurídicas.

Downloads

Publicado

2022-07-22