BENEFÍCIOS DO CONSUMO DE FLAVONOIDES PARA A MICROBIOTA INTESTINAL: UMA REVISÃO

Autores

  • Dandara Leal dos Santos Ribeiro Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Karina Zanoti Fonseca Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.18616/inova.v14i4.7305

Resumo

O objetivo desse trabalho foi avaliar os benefícios do consumo de flavonoides para a modulação da microbiota intestinal e a saúde humana através da ingestão de alimentos fontes. Buscaram-se artigos na base de dados do PubMed e na plataforma SciELO no período de 2007 a 2021 que contemplassem experiências da relação do consumo de flavonoides com a microbiota intestinal, realizando uma revisão de literatura. A microbiota intestinal desempenha importante papel no metabolismo humano através da sua ação enzimática sobre alimentos parcialmente degradados que geram resíduos não absorvíveis, transformando-os em compostos bioativos que podem ser benéficos ou tóxicos para a saúde dependendo do microbioma de cada indivíduo. Os flavonoides são importantes compostos da dieta que são metabolizados no cólon e podem atuar na melhora da barreira intestinal protegendo o organismo contra patógenos, bem como, contribuindo com a prevenção de doenças crônicas. Desta forma, o consumo de alimentos fontes de flavonoides pode modular positivamente a microbiota intestinal através dos seus metabólitos.

Biografia do Autor

Dandara Leal dos Santos Ribeiro, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Bacharela em Saúde pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Atualmente graduanda no Bacharelado em Nutrição (UFRB). Possui experiência em projeto de extensão, no qual foi voluntária PIBEX no Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar (CECANE) da UFRB na vigência de 2016 a 2018 e bolsista PIBEX em 2019. É integrante do Grupo de Pesquisa Núcleo de Epidemiologia e Saúde (NES-UFRB) e Bolsista PIBIC colaboradora do Núcleo Interdisciplinar de Extensão, Ensino e Pesquisa para Promoção da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (NUSSAN-UFRB).

Karina Zanoti Fonseca, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Nutricionista, Mestre em Ciências Farmacêuticas e Doutora em Bioquímica Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa.

É professora associada na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia desde 2010 e atua nas principais linhas de pesquisa: Substâncias bioativas em alimentos, Inovação Tecnológica, Química de produtos naturais, Desenvolvimento de novos produtos e Alimentação coletiva. Ministra os componentes curriculares: Processos de Diagnóstico e Planejamento de Refeições para Coletividades e Alimentos Funcionais.

Downloads

Publicado

2024-02-19

Edição

Seção

Atenção à Saúde