A GESTÃO TECNOLÓGICA EM SAÚDE: a contribuição das healthechs para superação das limitações

Autores

  • Renato Gomes do Espirito Santo Centro Universitário Alves Faria – UNIALFA
  • Patricia Kinast de Camillis Centro Universitário Alves Faria – UNIALFA

DOI:

https://doi.org/10.18616/inova.v14i4.8325

Resumo

Reconhecendo a importância e rápida ascensão das healthtechs, este artigo traz as fundamentações e resultados do levantamento das dificuldades encontradas pelos gestores em saúde, para implementar a inovação tecnológica no setor. Para tanto, a coleta, o tratamento, descrição e problematização dos dados foram feitas através da pesquisa qualitativa exploratória, realizada com entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo. A fim de ter um panorama mais próximo da realidade da gestão em saúde, foram abordados 6 (seis) Chief Executive Officer de healthtechs, os quais foram submetidos à dezessete questões subjetivas. O objetivo principal foi, por conseguinte, analisar essas dificuldades, no que tange à inovação tecnológica para essas startups, a partir da perspectiva dos entrevistados. Como principais resultados, foram observadas dificuldades técnicas para a operacionalização, como conservadorismo do setor, etc.; entraves jurídicos para a implementação, tratados como uma burocracia necessária, porque confere segurança e proteção de dados ao paciente/cliente, e dificuldades na Cultura Organizacional, que reúnem a ausência de lideranças, planejamento estratégico e a limitação orçamentária. Por fim, concluiu-se a urgência em se investir em formação complementar, treinamento, aquisição de equipamentos e aprimorar osconhecimentos em liderança, gestão, governança e inovação.

Palavras-chave: Healthtechs. Gestão em Saúde. Inovação Tecnológica em Saúde.

Downloads

Publicado

2024-02-19

Edição

Seção

Tecnologias em Saúde