A Guerra Civil Espanhola (1936-1939) nas páginas do jornal O Globo

Autores

  • Ramon Lamoso De Gusmão

DOI:

https://doi.org/10.18616/rdsd.v8i1.7315

Resumo

Este artigo analisa a posição adotada pelo jornal O Globo na cobertura da Guerra Civil Espanhola (1936-1939). Novos problemas postos pelos dias atuais, como a retirada da última estátua do general Franco do espaço público, ensejaram a busca por fontes ainda inexploradas aqui no Brasil. Examinamos quatro aspectos nas edições diárias do jornal: o anticomunismo dos nacionalistas; o anticlericalismo dos republicanos; o envolvimento das potências estrangeiras; e o bombardeio de Guernica. Além de uma bibliografia específica sobre o conflito, a cobertura do jornal é discutida à luz das relações entre História, imprensa e Tempo Presente.

Biografia do Autor

Ramon Lamoso De Gusmão

Mestrado em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (UNL/Portugal, 2016). Especialização em História Contemporânea pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS, 2011). Licenciatura em História pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB, 2020). Graduação em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília (UCB, 2004). Professor temporário de História (20h), na Educação de Jovens e Adultos, na Secretaria de Educação do Distrito Federal. Jornalista concursado da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) desde outubro de 2007. Aluno Especial do Mestrado em Educação da Universidade Católica de Brasília (UCB).

Downloads

Publicado

2022-11-11

Como Citar

DE GUSMÃO, R. L. A Guerra Civil Espanhola (1936-1939) nas páginas do jornal O Globo. Desenvolvimento Socioeconômico em Debate, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 45–68, 2022. DOI: 10.18616/rdsd.v8i1.7315. Disponível em: https://periodicos.unesc.net/ojs/index.php/RDSD/article/view/7315. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Poder, Mídia e Democracia: usos e abusos