ANÁLISE EXPERIMENTAL DA INFLUÊNCIA DE TRELIÇAS ELETROSOLDADAS INCORPORADAS EM VIGAS DE CONCRETO ARMADO NA FLEXÃO

Autores

  • Alexandre Vargas UNESC - Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Jéssica Bauer

DOI:

https://doi.org/10.18616/civiltec.v7i1.6668

Resumo

O presente artigo tem por objetivo avaliar a influência de treliças eletrosoldadas de diferentes alturas, incorporadas em vigas de concreto armado submetidas à flexão, quanto à capacidade portante e os deslocamentos verticais. Para a realização do estudo foram confeccionadas 12 vigas de concreto armado com seção transversal de 15 x 25 cm, e comprimento de 190 cm, divididas em quatro grupos de três: Grupo VR (referência), com armadura convencional sem treliça incorporada, grupo V8, com treliça de 8 cm incorporada, grupo V12, com treliça de 12 cm incorporada, e o grupo V16, com treliça de 16 cm incorporada. Todas as amostras foram submetidas ao ensaio de flexão a quatro pontos. Como resultado, observou-se que na ruptura houve um acréscimo nas cargas médias das vigas dos grupos V8, V12 e V16, em relação às vigas do grupo VR, de 134,96 %, 116,84 % e 88,37 %, respectivamente. Verificou-se também que para a mesma carga que ocasionou o deslocamento limite nas vigas do grupo VR, ocorreu uma redução média de 75,55 % no deslocamento vertical do grupo V8, 72,22 % no grupo V12 e de 70,55 % no grupo V16. Pode-se concluir, com o auxílio da análise estatística ANOVA e do teste de Tukey realizados, que as vigas que tiveram treliças incorporadas apresentaram um melhor desempenho do que as vigas do grupo referência. Contudo, ao analisar os resultados obtidos apenas pelos grupos que tiveram a treliça adicionada (V8, V12 e V16), pode-se concluir que a altura da mesma não influenciou estatisticamente nos resultados.

Biografia do Autor

Alexandre Vargas, UNESC - Universidade do Extremo Sul Catarinense

Engenharia Civil

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5738: Concreto -

Procedimentos para moldagem e cura de corpos de prova. Rio de Janeiro, 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5739: Concreto –

Ensaio de Compressão de corpos-de-prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projeto de

estruturas de concreto: procedimentos. Rio de Janeiro, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 8522: Concreto –

Determinação do módulo estático de elasticidade à compressão. Rio de Janeiro,

CARVALHO, Roberto Chust; FIGUEIREDO FILHO, Jasson Rodrigues de. Cálculo e

detalhamento de estruturas usuais de concreto armado: segundo a NBR

:2014. 4. ed. São Carlos, SP: EdUFSCar, 2014. 415 p.

GUARDA, Mônica Cristina Cardoso da. Cálculo de deslocamentos em

pavimentos de edifícios de concreto armado.2005. 253 f. Tese (Doutorado) -

Curso de Engenharia de Estruturas, Escola de Engenharia de São Carlos,

Universidade de São Paulo, São Carlos, 2005. Disponível em:

<http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18134/tde-06042016-103726/ptbr.php>. Acesso em: 29 ago. 2017.

MATTOS, Lais. ANÁLISE EXPERIMENTAL DA INFLUÊNCIA DE UMA TRELIÇA

ELETROSOLDADA INCORPORADA EM VIGA DE CONCRETO ARMADO NOS

DESLOCAMENTOS VERTICAIS. 2017. 12 f. TCC (Graduação) - Curso de

Engenharia Civil, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, 2017

SILVA, Aloísio Sthéfano Corrêa. ANÁLISE DE VIGAS DE CONCRETO ARMADO

REFORÇADAS À FLEXÃO E AO CISALHAMENTO COM FIBRAS DE

CARBONO: ABORDAGEM TEÓRICA E COMPUTACIONAL. 2016. 220 f.

Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia de Estruturas, Universidade Federal

da Bahia, Salvador, 2016. Disponível em:

<https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/21389/1/DISSERTAÇÃO MESTRADO -

ALOÍSIO STHÉFANO - REVISADA.pdf>. Acesso em: 23 ago. 2017.

SILVA, Augusto Ottoni Bueno da. TRELIÇA TUBULAR MISTA COM MÚLTIPLOS

PAINÉIS VIERENDEEL. 2013. 339 f. Tese (Doutorado) - Curso de Engenharia Civil,

Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013. Disponível em:

<https://slide.mx/download/trelia-tubular-mista-com-multiplos-paineis-vierendeel2013_5a1f7273f581715e7d9bfdfb_pdf>. Acesso em: 20 mar. 2018.

Downloads

Publicado

2022-06-21

Edição

Seção

Artigos