DEMANDAS DO CONSUMO DA ÁGUA CAPTADA PELA EMPRESA DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE PEDRAS GRANDES (SC) E POSSÍVEIS CONFLITOS

Autores

  • Juliana Tonetti Centro Universitário Barriga Verde (UNIBAVE)
  • Rose Maria Adami Associação de Proteção da Bacia do Rio Araranguá (AGUAR)

DOI:

https://doi.org/10.18616/ta.v28i0.6962

Resumo

O crescimento da população brasileira na última década incentivou maior consumo de água tratada para as atividades sociais, econômicas e culturais. Porém, a oferta de água em quantidade e qualidade inadequada nos mananciais faz com que ocorram conflitos entre os diversos consumidores. Diante disso, a presente pesquisa objetivou diagnosticar a demanda dos principais consumos da água captada pela empresa de abastecimento do município de Pedras Grandes, Sul de Santa Catarina e de possíveis conflitos existentes entre seus consumidores. A metodologia utilizada foi baseada nas pesquisas exploratória, apoiadas em abordagens quali-quantitativa, por meio de pesquisas bibliográfica, documental e entrevistas. Os resultados da pesquisa mostraram que a empresa de abastecimento do município capta 24m3/h de água em três nascentes localizadas na comunidade rural de Rio Coral. Essa água é tratada e distribuída para 494 ligações cadastradas e 23 não cadastradas destinadas ao consumo residencial, comercial e industrial. Em função da grande quantidade de água consumida pelas ligações não cadastradas, percebe-se que há um conflito latente no consumo da água da empresa de abastecimento, mas não entre os consumidores. Essa realidade solicita medidas de gestão da demanda e consumo da água.

Downloads

Publicado

2021-12-20

Edição

Seção

Artigos