HEMOCULTURAS PUBLICADAS NO BRASIL NO PERÍODO 2012-2019

Autores

  • Lucineia Gainski Danielski Centro Universitário Barriga Verde Universidade do Extremo Sul Catarinense Universidade do Sul de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.18616/inova.v13i1.5906

Resumo

Hemoculturas são exames amplamente utilizados em pacientes que apresentam sinais e sintomas sugestivos de bacteremia e sepse. Laboratórios de grande porte realizam este exame de forma automatizada, todavia laboratório de pequeno e médio porte não dispõe destes equipamentos. Desta forma as hemoculturas são realizadas de forma manual, procedimento mais demorado e sujeito a contaminações caso o manuseio seja inadequado. No Brasil, ainda não existe um trabalho que trace um perfil das hemoculturas realizadas e que foram publicadas em forma de artigo científico. Sendo assim, é importante traçar o perfil das hemoculturas publicadas pelo Brasil nos últimos 5 anos. Foram avaliados 6 artigos publicados com dados brasileiros no período entre 2012 e 2017. Os resultados mostram que a maioria das hemoculturas realizadas e publicadas por pesquisadores do Brasil foram realizadas utilizando-se métodos automatizados. Ainda encontramos um baixo número de publicações, principalmente quando relacionadas a realização de hemoculturas por métodos manuais. Dentre os principais microrganismos identificados encontram-se as enterobacterias.

Downloads

Publicado

2022-11-03

Edição

Seção

Epidemiologia